Se tem uma coisa que eu AMO nesse Universo, é poder conhecer as Noivas, conversar, trocar ideias, saber a história delas, sério, essa é a melhor parte :)

E foi exatamente assim com a Raquel!! To pra conhecer uma pessoa mais simpática do que ela…kkkk!!

Ela me contou TUDO, literalmente TUDO (huahuahuahua), da História dela e Ítalo, até o seu lindo Final Feliz:

Nos conhecemos desde o colégio. Mais precisamente desde a quinta série. Ítalo foi militar e ai deixou de morar em Recife e eu fiquei aqui fazendo faculdade de Medicina. E os anos se passaram e nos distanciamos. Ficou apenas aquele colega de Facebook. Os anos se passaram, Ítalo deixou a carreira militar, voltou para Recife mas era da Zona Sul. E eu era uma boa garota da Zona Norte. Nascida e criada em Casa Forte. Não saía do meu mundinho da ZN. Tudo meu era na Zona Norte. Boa Viagem era quase outra cidade. Apesar da correria do dia a dia, eu fazia aulas de canto e postava no meu Instagram. E aí Ítalo começou a me perturbar dizendo que ia me mandar para o The Voice. E aí nos reaproximamos. Voltamos a conversar. No dia 12 de abril, uma quinta feira, estava eu na manicure quando o cabeleireiro, Felipe, disse: vamos fazer uma escova porque amanhã você vai receber um convite para sair. Até brinquei: eita Sexta Feira 13, sei não…

E numa sexta feira 13, Ítalo me chamou para jantar. Aceitei o convite. Foi maravilhoso. Eu sou bem tagarela e Ítalo se mostrou um bom ouvinte. Continuamos nos falando por telefone e na semana seguinte saímos para jantar novamente e ir para o cinema.

Precisei viajar para São Paulo, para um Congresso e Ítalo foi para SP para me fazer uma surpresa. Na volta oficializamos o namoro.

Cerca de dois meses depois, no meu aniversário, Ítalo me pediu em casamento. Foi lindo: estavam os pais dele, a irmã e o esposo, meus pais e meu irmão, e uma grande amiga Kennya. Que digo que é minha irmã mais velha e foi minha madrinha. Foi no jantar do meu aniversário. Estava rodeada das pessoas mais importantes da minha vida e fico muito feliz por elas terem testemunhado esse momento.

Ai em Agosto a ficha caiu e comecei a organizar o casamento. Sempre falei que não gastaria em festa, que achava desperdício de dinheiro. Mas ai descobri que até minha avó materna, todas as mulheres tinham tido casamento arranjado. Elas queriam estudar e trabalhar, mas a época não era bem visto mulher trabalhar fora de casa e tiveram que casar.  Minha mãe foi a primeira a poder escolher o marido – meu paizinho lindo – e manter sua independência, mas como o país estava no auge de uma crise econômica eles optaram por pegar o dinheiro e comprar uma casa. Então quando me dei conta que eu seria a primeira a poder ter a chance de fazer uma festa para celebrar o casamento com meu amor mudei de ideia. Decidi organizar a melhor festa possível como uma forma de homenagear todas as mulheres que vieram antes de mim. Sou muito ligada a essa questão de ancestralidade e honrar os esforços dos que vieram antes da gente.

E aí foi mãos na massa. Muita gente achava um absurdo eu estar noiva com tão pouco tempo de namoro, mas o fato de conhecê-lo há muito tempo facilitou um pouco as coisas.

A primeira coisa que fui atrás foi do cerimonial. Eu já conhecia a Celebrate e não hesitei em marcar uma reunião com Wilson e Cecília. Eles já tinham organizado vários casamentos de amigos e o avô de Wilson é meu paciente. E antes de reencontrar Ítalo, seu Izaldo já havia me dado o cartão de Wilson e dito que seria ele a organizar meu casamento.

Fui com Ítalo para a reunião e ele adorou os dois. Eles são extremamente profissionais e muito pé no chão. Organizam uma planilha de gastos para não ter perigo de pegar ninguém de surpresa.

Fomos atrás de data. Como o casamento teria a princípio 350 convidados já fomos direcionados para as casas de festa maiores. Todas tinham a data 8 de fevereiro, e ai senti que era pra ser essa minha data. Como estava com todo o apoio da Celebrate me senti muito segura em saber que ia dar para organizar apesar do pouco tempo: 6 meses!!

Estava com minha mãe de carro quando ela sugeriu parar no Villa Apipucos. Fomos tão bem acolhidos por Ana Paula, ela foi tão atenciosa, mostrando o espaço, possibilidades de decoração que já deixamos a data reservada lá.

A cerimônia foi na Capela da Faculdade Marista. Acho linda, tem estacionamento, não tem barulho do trânsito, já que ela fica lá em cima em Apipucos. Também é perto do Villa, facilitando a vida dos convidados. Tivemos serviço de manobrista da RCC para facilitar e eles também fizeram a segurança do casamento. Como a Capela não tem padre, nossa cerimônia foi feita pelo Padre Joselito, da Paróquia que frequentamos.

Já que estava noiva fui logo atrás do vestido e do sapato. O sapato fiz na Dona Rosa e o vestido tinha pensado em mandar fazer. Já tinha escolhido o modelo quando uma colega da pós graduação sugeriu ir nas lojas provar vários modelos antes de mandar fazer. Ai fui na Maison começar minha saga de provar vestidos. Fui atendida por Sol, uma fofa. Quando ela olhou para mim disse que já sabia qual era o meu vestido e ia buscar porque ele não estava exposto. Provei quase todos da loja e deixei o que Sol havia falado por último. Ele era um modelo princesa da Pronovias e eu sempre critiquei quem escolhia esse modelo. Quando vesti, paguei minha língua, me senti A NOIVA e comprei. Ele praticamente não precisou de ajustes. Foi somente a bainha e pedi para acrescentar pontos de luz na renda.

A minha tiara foi de Fatima Roque; meus brincos e pulseira de Teresa, da Singular Joias. Queria entrar com algo azul, por superstição mesmo, então escolhi um colar da Vivara. No buquê de orquídeas brancas, que foi a própria Mercês Santiago que fez, coloquei um relicário, com as fotos das minhas avós e um terço de Mayra Gaibar. O buquê já foi eternizado pela Verde Joias. Nossas alianças foram da GK Gioielli. Meu anel de noivado foi de lá também.  

Não tem meninas na minha família. A única criança é Tulio, que entrou com nossas alianças. O terno dele foi da Vert e Rouge. A família de Italo também é um pouco “carente” em crianças. O filho do primo dele, Bernardo, foi nosso pajem e Maria Fernanda, filha de uma amiga minha, foi nossa daminha. Como ela é super cheia de personalidade deixei ela bem a vontade para escolher o vestido e o acessório do cabelo. O vestido ela escolheu um na Maison e o acessório do cabelo foi em Ludovic. Suzy deixou Fernanda “doidinha” com tantas opções lindas!! As gravatas dos pajens foram da O Francês Gravataria, loja que fica em São Paulo. O tom que escolhi das gravatas foi o marsala.

Ai iniciamos a saga da filmagem e da fotografia. Wilson e Cecilia nos passaram uma lista de profissionais e fomos para o instagram para ver o estilo de cada um. Escolhemos a Link para a filmagem e Antonio Felix para a fotografia. Maravilhosos!! Não tenho o que reclamar. Tivemos pre-wedding, apesar de Ítalo não querer a princípio, mas eles foram tão profissionais que ficamos bem a vontade e amamos o resultado.

O único “problema” que tivemos com a fotografia foi porque as fotos ficaram tão lindas, tão lindas, que levamos dois meses para escolher as que vão para o álbum.

A lembrancinha dos padrinhos decidimos entregar mudas de suculentas. Na casa da minha avó materna tinha muita suculenta e queria trazer essa lembrança da infância para o casamento. Quem fez os terrários foi a @cuidarte_terrarios, de Nininha, que é uma grande amiga da família.

As caixinhas de acrílico, os kits toaletes, os menus e os kits para os pajens e a daminha, que demos de presente no dia do casamento, foi da Idées & Arts. Super pontuais e profissionais.

Os convites foram de Helena Rosso. Fui para a reunião com minha mãe e gostamos tanto dos convites e da Helena que já fechamos com ela na primeira reunião. A caligrafia ficou por conta de Juliana Parmera. Já admirava o trabalho de Juliana e então quando ela disse que poderia caligrafar meus convites dei mil pulinhos de alegria.

Maquiagem e cabelo escolhi Sandro Santos. Fui em uma reunião com ele e amei. Super educado e gentil. Eu, minha mãe e minha tia temos pouco cabelo e ele com sua equipe fez um milagre!!

Depois a etapa das gordices!! Depois de mil provas e mil horas na academia com minha personal Juliana Nobre, escolhemos o buffet da Di Branco. Muito atenciosos, tudo gostoso e impecável. No dia do casamento a comida estava mais gostosa ainda!! Garçons super solícitos e ágeis. O nosso garçom sombra, lia nossos pensamentos: antes da gente falar ele já vinha com comida, doce, bebida. Todos os convidados elogiaram o serviço da Di Branco.

Os doces, o bolo e bem casados escolhemos Lucinha Cascão. Nem precisa falar né? Além de deliciosos, tudo é lindo. Dá até pena de comer de tanta perfeição. Sem contar que Lucinha é perfeita no atendimento. Escolhi o bolo de noiva tradicional mesmo; amo bolo de noiva e acho ele bem característico do nosso estado.  

Decoração! Ai o que falar da minha decoração? Mônica e dona Mercês simplesmente me surpreenderam ainda mais. Eu conhecia do trabalho de Merces Santiago, mas ficou ainda mais lindo do que via nas reuniões. Super profissionais, me deixaram super tranquila. E tudo que pedi elas colocaram. A igreja decidi deixar mais clássico, sendo as flores brancas e a escadaria da igreja para colocar as folhagens. A iluminação foi da Lamp. Na decoração da recepção escolhi os tons do rosa ao marsala, incluindo a cor pink. Queria flores bem vivas. A ideia era criar um jardim. Mônica sugeriu projeções no salão do Villa, que foi o pessoal da LMP projeções que fez. Acho que as projeções enriqueceram ainda mais o cenário que Mercês Santiago idealizou. Ficou lindo e aconchegante. As mesas escolhi as espelhadas de Mercês e as cadeiras da Emporio Dior. O VJ Portella ficou com as projeções do telão do palco. O telão foi da Orquestra Novo Tempo. Guardanapos, sousplat e porta guardanapos foram com a equipe de Mercês. Dona Vânia quem fez os porta-guardanapos que ficaram simplesmente LINDOS. Ela também fez o papel dos beijinhos, que foram da @guloseimasbeijinhosflorais.

Achamos melhor colocar um toldo (da Iluminas) na área dos digestivos, que também foram de Lucinha Cascão. O café foi por conta da Di Branco e as bebidas alcoólicas dessa área da Casa de Bebidas.

Achamos melhor delimitar a área do dancing com um adesivo, feito pela Mercearia de Ideias. Eu queria também balões de led, na hora da nossa primeira dança. O fornecedor dos balões, que inclusive foi no local da festa encher garantindo que eles estivessem bem lindos na hora da dança, foi Pedro Victor da @pedroballoongashelio. Muitos locais não deixavam os balões no local da festa, ou deixavam muito cedo – assim tinha risco de estourar ou murchar um pouco.  E a gentileza de Pedro em ir la encher fez toda a diferença na hora de contratarmos. Os balões fizeram o sucesso com as crianças e ficaram lindos e acesos até o dia seguinte.

A identidade visual foi de Taciana Souto assim como a arte das sandálias, que distribuí de brinde para as convidadas. As sandálias fiz com a Rasteiras da Su.

Os drinks escolhemos a Flutê drinks. Casal super simpático que deixou os convidados todos alegrinhos com seus drinks maravilhosos. Eles também fizeram o Welcome Drinks do cerimônia, que contou também com os brownies da Anjo Bom.

As bebidas Italo escolheu o chopp da De Bron, o espumante Codorniu demi sec e o whisky Chivas da Casa das Bebidas; Ivson foi nota mil, garantindo o estoque inclusive levando caixas consignadas para não ter perigo de acabar a bebida antes de acabar a festa.

A música escolhemos a Novo Tempo como orquestra. Já conhecia o trabalho deles e na reunião sentimos muita confiança que iriam garantir a animação da festa. Escolhemos também Felipe & Gabriel para ser a segunda banda; nosso primeiro evento como namorados foi numa festa que tocou Felipe & Gabriel; foi um show maravilhoso que nos divertimos bastante. Então decidimos colocá-los no casamento também.

Italo gosta muito de Carnaval. Eu também. Aí decidi fazer um bloco de carnaval durante a apresentação da Orquestra Novo Tempo. Foi minha surpresa para o noivo. E como bloco de respeito tem que ter bonecos gigantes, fui embora para Olinda no ateliê de Gustavo Silva, artesão, encomendar um noivo e uma noiva gigantes para entrarem na hora que o bloco começasse.  Distribuímos sombrinhas de frevo para os convidados. E o som ficou por conta de Almir Rouche. Italo é fã de Almir e tinha cogitado contratá-lo para o casamento. Mas como decidi fazer a surpresa, Almir ajudo a esconder. Respondeu para Italo que não poderia naquela data. Os únicos que ficaram sabendo da surpresa foram o Cerimonial, a Orquestra e meus padrinhos Kennya e seu esposo, José Ricardo, que me ajudaram a montar a mentirinha com Almir Rouche e com Gustavo, dos bonecos de Olinda.

Como foi tudo surpresa, Almir e sua banda entraram escondidos no Villa Apipucos. O maior trabalho foi esconder os bonecos de Olinda. Nosso medo era algum convidado ver os bonecos e estragar a surpresa. O pessoal da decoração só sabia dos bonecos, até porque no trajeto dos bonecos não poderia ter nenhum lustre que pudesse causar algum acidente. Quando Almir começou a tocar todos foram ao delírio. E assim foi até o dia amanhecer.

Minha festa superou minhas expectativas. Foi tudo mais lindo, mais gostoso e mais animado do que eu esperava.

Acho que fui uma noiva tranquila. Até porque tinha muita confiança na Celebrate e nos fornecedores que eles indicaram. Eles montaram todo um cronograma e seguimos tudo certinho. Então foi tudo muito tranquilo em resolver, nada foi atropelado. Uma coisa que me ajudou também que como sou cirurgiã, tenho que tomar decisões rapidamente; então quando não gostava de uma coisa já cortava logo e quando gostava já escolhia. A gente quer tudo perfeito no dia, e fica com medo de alguém não gostar. Mas temos que ter em mente que a festa é sua e do seu amor: então a opinião do casal é a mais importante. As vezes é preciso dar certo freio nas opiniões alheias.

Meu recado para as noivinhas é que aproveite bem muito a fase de organização. Amei escolher cada detalhe, ver cada fornecedor. Uma dica é uma vez escolhido algo, não voltar a pensar no assunto. Riscou da lista aquele item, não ficar mais pesquisando inspirações na internet. Só faz aumentar a ansiedade e a dúvida. Também se cerque de pessoas de sua confiança e nada de ficar pedindo opinião a milhares de pessoas. Confie no cerimonial e nos parentes e amigos mais próximos.

Aproveite também a festa. Não beba muito. Coma e se hidrate. Não adianta ter tanto trabalho para organizar a festa e passar mal na hora, né?

Passa tudo muito rápido, mas cada segundo é magico e fica na memória. 

E para quem não pensava em festa de casamento, mudei completamente de opinião. Acho que temos que celebrar sim o amor, com nossa família e nossos amigos. Não é perda de tempo nem desperdício de dinheiro. Agora é fundamental ter planejamento para nada sair do controle. Incluindo os gastos.

Amei todos os meus fornecedores. Mas se puder colocar alguém no topo coloco a Celebrate. Sem eles não teria conseguido organizar a festa em pouco tempo e com relativa tranquilidade. A orientação deles foi fundamental e foram imprescindíveis para me fazer ficar tranquila. Eles tiveram muita paciência comigo, principalmente com minhas mensagens de madrugada, entre um paciente e outro. O cronograma deles foi super importante. Além de manterem o sigilo da surpresa para Ítalo.

(Raquel – Noiva)

Acho que eu não preciso dizer mais nada ne meu povo, a Raquel já disse tudo…kkkkkkkk! Vamo logo ver as fotos desse dia lindo ;)

Raquel e Ítalo, que alegria poder compartilhar esse dia tão lindo pra vocês!!

Desejo que o Amor só cresça, e que essa alegria (que vocês tem muito…huahuahuahua) seja sempre presente.

Beijos, Nina.

Cerimonial: Celebrate Assessoria | Recepção: Villa Apipucos | Cerimônia: Capela da Faculdade Marista | Segurança e Manobrista: RCC | Vestido: A Maison | Sapato: Dona Rosa | Decoração: Mercês Santiago | Grinalda: Fátima Roque | Acessórios: Singular Jóias | Terno do Noivo: Vert Rouge | Vídeo: Link Digital | Fotos: Antonio Felix | Convites: Helena Rosso | Beleza da Noiva: Sandro Santos | Buffet: Di Branco | Bolo e Doces: Lucinha Cascão | Música: Orquestra Novo Tempo + Felipe e Gabriel + Almir Rouche | Projecões: LMP | Adesivo Dancing: Mercearia de Ideias | Identidade Visual: Taciana Solto | Drinks: Flutê