Desde 1962, quando Cronin e Gero desenvolveram as primeiras próteses de mama, a plástica de mamas tem sofrido uma evolução crescente. O uso dos implantes de gel de silicone para o aumento do volume das mamas marcou uma nova era na história da Cirurgia Plástica. Antes do desenvolvimento das próteses de silicone para mama as mulheres usavam materiais como marfim, cartilagem de boi, e óleo de amendoim para aumentarem as mamas? Na foto é possível ver um anúncio de óleo de amendoim da década de 1940.

A elevada taxa de complicações com o uso desses materiais, tornava proibitivo o desenvolvimento de técnicas cirúrgicas seguras para aumento mamário.

 Desde a criação das próteses de mama por cronin elas evoluíram muito, sempre buscando reduzir os riscos para os pacientes e aumentar o tempo de vida útil. Hoje vivemos a era das próteses de quarta geração: elas são feitas com mais camadas oferecendo um risco mínimo de rompimento. Os implantes podem ser preenchidos com soro fisiológico ou silicone de alta coesividade (que não se espalha mesmo no caso de ocorrer uma rotura da camada externada prótese).

mama protese1

Além disso, os médicos escolhem o modelo de forma individualizada e na hora da escolha são levados em conta o volume da mama, a largura, a altura e a projeção para cada tipo de tórax, de pele, de formato de mama. Cada detalhe tem que ser levado em consideração para que o resultado fique o mais natural possível.

 Hoje são cerca de 12 opções de próteses para atender a diferentes desenhos de corpo:

mama protese2

A cirurgia plástica para o aumento mamário tem se tornado cada vez mais frequente tanto no nosso meio quanto em outros países, sendo a cirurgia plástica mais realizada no mundo. Esse aumento se deve a divulgação efetuada pela mídia leiga e por mudança de fatores culturais que valorizam maior volume das mamas como sendo padrão de beleza.

 A prótese de mama pode ser usada para aumentar o volume das mamas, assim como melhorar a forma e a textura.

*1)  A mastoplastia é a cirurgia responsável pela mudança no formato da mama, de modo a torná-lo mais harmonioso com o restante do corpo. Podemos associar as próteses de mama na mastoplastia em, basicamente, 3 situações :”Mastoplastia de Aumento: é a cirurgia de aumento das mamas em que são colocas próteses mamárias de silicone, nessa cirurgia é feita sem a modificação da posição da mama. Essas pacientes tem queixa de mamas pequenas e sem excesso de pele.

*2) Mastoplastia Redutora: é um procedimento indicado para as mulheres que se sentem incomodadas com seios muito grandes e querem reduzi-los de tamanho. Nesse caso podemos usar uma prótese pequena para melhorar a forma e a textura da mama.

*3)  Mastopexia ou lifting da mama: ao contrário da mamoplastia de aumento, está é uma técnica voltada para a modificação da posição da mama, ela pode ser feita de forma isolada ou combinada com a mamoplastia de aumento ou redutora.

 

MASTOPLASTIA DE AUMENTO

Uma em cada três brasileiras já pensou em colocar silicone. Levantamento aponta que 94% das mulheres acreditam que colocar próteses mamárias pode aumentar a sua autoestima.

A cirurgia para inclusão de implante de silicone é um procedimento relativamente simples,com duração de cerca de uma hora, mas com um grande número de variáveis que devem ser avaliados pelo cirurgião. O cirurgião plástico deve decidir o tipo, o formato e o volume da prótese que será usada. Um outro ponto importante é por onde vai ser feita a cirurgia ( pode-se usar uma incisão ao redor da aréola, no sulco submamário, na axila ou mesmo em uma cicatriz prévia existente na mama). O próximo passo é definir em que nível vamos posicionar a prótese ( embaixo da glândula mamária, embaixo do músculo peitoral ou embaixo da fáscia do músculo peitoral ).

Algumas horas depois da cirurgia, a paciente já pode receber alta.

mama protese3

DÚVIDAS FREQUENTES


PRÓTESES DE SILICONE TEM VALIDADE?

 Não, entretanto é necessário que a paciente realize um acompanhamento periódico com seu cirurgião plástico, assim que os implantes completarem 10 anos. Por meio de exame clínico e exames complementares de imagem, o cirurgião plástico ira avaliar se há necessidade de substituir os implantes.

 As próteses deverão ser trocadas caso se rompam ou apresentem algum outro tipo de complicação, independente do tempo que foram implantadas. Os melhores exames de imagem usados para a avaliação da integridade e contorno dos implantes são a ressonância magnética e o ultrassom.

É POSSÍVEL RETIRAR A PELE EXCEDENTE DAS MAMAS E COLOCAR PRÓTESE AO MESMO TEMPO?

Sim, este procedimento é bastante comum. A cirurgia de mastopexia com prótese permite a correção da flacidez, aumento de volume, e correção da forma e projeção da mama.

 É POSSÍVEL EVITAR CICATRIZ NA CIRURGIA DE AUMENTO DAS MAMAS?

Não. Mas, é possível conversar com seu médico e decidir o local da incisão. Há três possibilidades: na base do seio (inframamária), ao redor da aréola (periareolar) ou embaixo do braço (via axilar).

É POSSÍVEL CORRIGIR A DIFERENÇA DE TAMANHO ENTRE AS MAMAS?

Sim, a correção da assimetria pode ser alcançada de várias formas. Se as mamas são pequenas e a paciente deseja um volume maior, uma opção é aumentá-las com próteses

 mama protese5

 

 

NA HORA DE COLOCAR PRÓTESES DE SILICONE, COMO SABER QUAL TAMANHO MAIS ADEQUADO PARA MIM? 

O tamanho das próteses de silicone varia de acordo com a estrutura corporal de cada paciente. Exagerar na hora da escolha pode causar problemas como estrias.

O principal na hora de tomar a decisão sobre qual das próteses escolher, é ter em mente que ela deve ficar bem em qualquer situação, não apenas em uma festa ou um período da vida.

Converse com o seu cirurgião plástico! Ele indicara o melhor perfil e o melhor volume de próteses para você!

VOU PODER AMAMENTAR ?!

Sim, o silicone não interfere na amamentação ou na produção e excreção do leite materno. O implante fica abaixo da glândula mamária e não tem nenhum contato com o alimento.

 E QUANTO À MAMOGRAFIA?!

 A prótese de silicone não atrapalha a realização da mamografia e, tampouco, pode ser considerada fator de risco para o desenvolvimento de câncer de mama. Fique tranquila! Não há qualquer evidência de aumento de risco de câncer para pacientes que tem implantes mamários

 A mamografia pode ser realizada em pacientes que tenham implantes de silicone, tanto abaixo da glândula como abaixo do músculo, sem prejuízo para a prótese e nem para a visualização de lesões nas mamas.

A CIRURGIA É “DEFINITIVA”?!

É importante saber que os resultados da cirurgia de implante de mama não são permanentes e os mesmos podem exigir substituição ao longo da vida. Você deve fazer acompanhamento com seu cirurgião plástico para discutir mudanças em seus seios, já que com o tempo, eles podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, a fatores hormonais e à gravidade.

 SILICONE CORRIGE SEIOS MUITO CAÍDOS?

A mamoplastia de aumento não corrige seios severamente caídos. Se você deseja um resultado que corrija a flacidez, o procedimento de elevação da mama pode ser realizado ao mesmo tempo que a cirurgia de aumento ou, então, pode ser necessária uma segunda operação. Seu cirurgião plástico irá ajudá-la a tomar esta decisão.

HÁ RISCO DE REJEIÇÃO DA PRÓTESE DE SILICONE? O QUE É CONTRATURA DA CÁPSULA?

Não há rejeição. No entanto, quando o silicone é colocado, o organismo desenvolve uma espécie de cápsula de cicatriz com o objetivo de isolar o silicone do corpo. Essa reação do corpo humano é considerada normal, mas em alguns casos essa cápsula fica excessivamente rígida, o que pode causar dor ou alterar o formato dos seios.

 Não se trata de rejeição e as razões pelas quais algumas mulheres desenvolvem este tipo de reação é desconhecida. No entanto, caso isso ocorra é necessário realizar uma nova cirurgia para trocar a prótese.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE SILICONE:

  mama protese 8

– Silicone líquido é proibido para quaisquer fins médicos.

– Silicone é sempre utilizado em sua forma sólida. Usado há mais de três décadas, entre todos os pacientes operados não existem registros de ação cancerígena do produto.

  • O Silicone é uma substância inerte ao organismo.

Fique atento: a cirurgia de implante feita com silicone industrial não é regulamentada, podendo provocar diversos danos à saúde e levar à morte.

 -> O barato pode sair muito caro

 Não existe mágica. Materiais de qualidade e uma boa internação custam caro, por isso desconfie de facilidades como cirurgias milagrosas em consultórios e preços incoerentes com o mercado. Procedimentos estéticos com custo muito abaixo do normal devem ser questionados quanto a escolha de materiais de qualidade questionável e internação em locais inadequados. O barato pode acabar saindo muito mais caro, tanto para o seu bolso quanto para a sua saúde.

 -> Importância do pós-operatório

 Para garantir a eficácia da cirurgia plástica e evitar possíveis complicações, é fundamental seguir à risca as instruções do seu cirurgião plástico. O pós-operatório de cada procedimento possui suas características e cuidados específicos e é importantíssimo seguir todas as instruções do seu médico. É muito comum que os pacientes já se sintam aptos a realizar uma série de atividades que não são aconselhadas nesse período de resguardo. Por isso, lembre-se: ninguém melhor do que o cirurgião plástico para definir quando se deve ou não voltar à vida normal.

Curtiu o post, mas ainda tem dúvidas?

Deixe aqui seu comentário ou sugestão para o próximo post!

ASSINATURA AQE gerson