Quem casa, PRECISA de casa!

Sua avó já dizia “Quem casa, Quer casa”.

E você tem que admitir que isso tá cada vez mais sério!

A prova é que “Juntar as escovas de dentes” tem acontecido antes mesmo do “Sim”, com muita frequência.

Com a liberdade e mudança dos tempos, os relacionamentos atuais chegaram a um nível de cumplicidade e convivência muito mais intensos do que poucas décadas atrás. Somada à necessidade de independência, privacidade e autonomia, existe a vontade de compartilhar o “Dia-a-Dia”, o acordar, o cozinhar a “4 mãos”, o vinho, a intimidade… E algumas dessas práticas só são possíveis na SUA casa.

(Hello Fashion Blog)

Sair pra jantar é maravilhoso! Não tem sujeira, já vem pronto, alguém servindo… Mas escolher os ingredientes, preparar junto, uma taça na mão, um pouco de vinho no molho… A espera, o cheiro bom do jantar ficando pronto, as besteiras e risadas sem medo de alguém ouvir… Ficar à vontade, aquela playlist, meia luz, meia taça… Ahhh, não tem restaurante que supere o prazer desses momentos.

O “Dia-a-Dia” também tem seu valor. É a correria, o cansaço, a falta de tempo… E em contrapartida a vontade de chegar em casa de noite, desacelerar, comer junto, botar um filme e dormir na metade dele.

Enquanto não chega o primeiro filho, É PRECISO ser casal. E não no sentido “obrigatório” da palavra. Mais que preciso: é importante. E ter seu canto, seu ninho, sua casa, seu lar, é parte fundamental nisso tudo. Por menor ou mais simples que seja, tem que ser de vocês. Pra vocês!

Ainda enquanto namorados, os casais já sentem essa necessidade da convivência, da liberdade, intimidade… Depois de casar então, não tem como ser diferente. Na casa da sua mãe, da sua sogra (não faça isso!) ou de quem quer que seja, não vai funcionar. Não é pra ser assim… E não vou nem entrar no assunto de terceiros dando palpite no seu relacionamento, porque esse não é o assunto do texto.

É claro que casar é caro, lua de mel também… Morar, nem se fala. E fazer tudo isso ao mesmo tempo, não é para os fracos, rs! E ninguém quer abrir mão de nada! Nem precisa! Concorda comigo que tem jeito pra tudo? Família e amigos estão aí pra colaborar com presentinhos, né?

E quando você precisa ou quer, de algum jeito, reformar o novo lar? Ao menos deixar com sua cara… É como escolher seu vestido de casamento: não dá pra ser qualquer um, de qualquer jeito. Tem que ser sua cara e caber em você. Assim deve ser com sua casa: tem que ser pra vocês. E que caiba não apenas os pertences do casal, as louças novas, os móveis… Tem que caber o que vocês sonharam para a vida à dois. É justo, sabe?! E dá pra fazer! Dá pra arrumar legal sem vender um rim… Dá pra ter um lugar especial, pensado pra vocês. Dá até pra ter aquele cantinho do vinho e jantar, com conversa despretensiosa, sem hora pra acabar… E pensa num lugarzinho desejado: é esse (prometo falar dele em outro post).

(Projeto: Lucyana Costa em parceria com Vanja Calazans | Varanda Saccaro)

Se você se planeja com antecedência, conversa com um profissional que te entende e atende suas necessidades, respeitando seus limites, dá pra fazer e ficar legal sim! Você também pode executar por partes… Não precisa montar um apartamento inteiro de uma vez! Mas sobre montar o apartamento, muito em breve eu vou apresentar uma solução MARA pra vocês! Ainda é segredo, mas já está em desenvolvimento! \o/

Todo casal merece começar a vida do jeitinho certo! Vale o esforço!

Então vou encerrando esse post por aqui, sabendo que a mensagem foi dada: quem casa, PRECISA de casa. E, novamente, sintam-se “Em Casa” pra perguntar, pedir, sugerir… Beijos, fui!