Primeiramente, é importante frisar que o consumo de alimentos industrializados deve ser o mínimo possível. Muitas pessoas sempre querem saber do mais PRÁTICO e acabam esquecendo do mais SAUDÁVEL. E este é um hábito que tem que ser diminuído com o início da reeducação alimentar.

ROTULAGEM 1

Sempre devemos olhar o rótulo dos alimentos e temos que analisar seus ingredientes! Os produtos que contêm menos ingredientes listados, em sua maioria, têm uma menor quantidade de aditivos químicos e conservantes. O excesso dessas substâncias no organismo podem causar alergias e disfunções digestivas e metabólicas. 

A indústria adiciona estes ingredientes não nutritivos à preparação dos alimentos com o objetivo de melhorar sua aparência, sabor, textura e o tempo de armazenamento dos mesmos. Com o intuito de mascarar estas informações do consumidor, o fabricante coloca no rótulo alguns códigos para identificar os aditivos utilizados, são eles:

 

Intensificadores de sabor Corantes Conservantes Reguladores de acidez
INS 620 – Ácido glutâmicoINS 621 – Glutamato monossódicoINS 628 – Guanilato de potássioINS 631 – Inosinato dissódico INS 102 – TartrazinaINS 110 – Amarelo crepúsculoINS 120 – CochonilhaINS 124 – Vermelho Ponceau 4R

INS 127 – Eritrosina

INS 150A – Caramelo

INS 171 – Dióxido de Titânio

INS 200 – Ácido sórbicoINS 210 – Ácido benzóicoINS 211 – Benzoato de sódioINS 220 – Dióxido de enxofre

INS 249 – Nitrito de potássio

INS 250 – Nitrito de sódio

INS 251 – Nitrato de sódio

INS 252 – Nitrato de potássio

INS 284 – Ácido Bórico

INS 320 – Butil-hidroxianisolo (BHA)INS 321 – Butil-hidroxitolueno (BHT)INS 322 – LecitinasINS 338 – Ácido fosfórico

INS 341 – Fosfato de cálcio

INS 249 – Nitrito de potássio

INS 250 – Nitrito de sódio

INS 251 – Nitrato de sódio

INS 252 – Nitrato de potássio

INS 284 – Ácido Bórico

INS 330 – Ácido Cítrico

O excesso do consumo destes aditivos está relacionado à hipersensibilidade alimentar, como alergias, e até ao déficit de atenção com hiperatividade (revelado por crianças que são expostas à esses produtos precocemente), e ao maior desenvolvimento do câncer. Então não devemos consumir ou consumir o mínimo possível desses alimentos muito coloridos artificialmente, como: refrigerantes, molhos prontos, balinhas, aperitivos, embutidos, etc.

rotulagem 2

Entre os malefícios dos outros aditivos, a grande concentração no organismo do corante caramelo IV (presente nos refrigerantes de cor escura e em outros alimentos) pode levar ao surgimento de câncer de pulmão, de esôfago e até mesmo leucemia, segundo estudo feito pelo Programa Nacional de Toxicologia do governo dos Estados Unidos.

Ouro vilão famoso é o glutamato monossódico (GSM), realçador de sabor com a característica de estimular os receptores da língua produzindo um gosto que interfere na percepção do paladar e estimula a vontade de comer mais. É encontrado no “Ajinomoto” e usado em sopas enlatadas e de saquinhos, biscoitos, carnes, refeições congeladas, salgadinhos, macarrão instantâneo, entre outros. Vários efeitos adversos tem sido relacionados ao consumo regular de GMS, como: obesidade, danos oculares, cefaleia (dor de cabeça), fadiga, desorientação e depressão.

rotulagem 3

Outro fator que devemos sempre prestar atenção é a ordem que os ingredientes estão listados. Essa ordem é feita de forma decrescente, então o primeiro item é o que tem em maior quantidade no produto. Como exemplo temos o pão integral: o primeiro item tem que ser FARINHA DE TRIGO INTEGRAL. Se tiver escrito “farinha de trigo” ou “farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico”, você está prestes a ser enganado pela indústria… Este não é um pão 100% integral.

E se em outro alimento tiver escrito como primeiro ingrediente açúcar ou xarope “de alguma coisa” também não é tão saudável assim. Entre outros exemplos.

Temos que sempre olhar o teor de gorduras saturadas, fibras, sódio… Enfim, tudo deve ser analisado de acordo com seu objetivo. A tabela abaixo resume estas considerações:

rotulagem 4

Fonte: saberviver.org.br

Espero ter alertado sobre a importância de consumir os alimentos da forma mais natural possível! Claro, que tudo devemos fazer em equilíbrio, sem “neuras”! E se for consumir esses produtos que não são tão legais, faça com moderação!

ASSINATURA RENATAMOTTA